“OS PLANETAS” DE HOLST(1874-1934)

a astrologia inspirando a música
Os Planetas do Sistema Solar

Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno, Plutão são os planetas do Sistema Solar.

O céu de janeiro é marcado pela presença de estrelas bem brilhantes, e, neste ano de 2022, teremos muitos encontros entre os planetas.

Muito além de questões como ascendente, combinações amorosas e tendências para o futuro, à astrologia estuda o poder dos astros.

A astrologia e a mitologia romana serviram de inspiração para o compositor inglês Gustav Theodore Holst (1874-1934) compor a Suíte “Os Planetas” Opus 32 .

Gustav Theodore Holst (1874-1934)

A obra contempla sete planetas, curiosamente exclui a Terra, e, Plutão, que à época,  ainda não havia sido descoberto, entre 1914 e 1916.

“Os Planetas” de Holst trata de características particulares de cada astro, em um marco da música expressionista.

Capa da Partitura “Os Planetas” de Holst

O primeiro movimento apresentado é Marte, Deus da Guerra, utilizando ostinato rítmico com intensidades diferentes durante quase todo o movimento; o segundo, Vênus, Deusa da Paz, contrasta pela serenidade e andamento lento; o terceiro, Mercúrio, o Mensageiro Alado, ressalta a flauta e a celesta no clima de um “scherzo”; o quarto, Júpiter, Deus da Alegria, uma dança, com um belo tema central que acabou por se transformar em um hino patriótico inglês; o quinto, Saturno, Deus da Velhice, começa sóbrio, segue com um marcha nos metais e retorna a serenidade no final do movimento; o sexto, Urano, o Mago, na realidade um segundo “scherzo”; o sétimo e ultimo movimento, Netuno, o Místico, explora o pianissimomo com enorme habilidade.

Os Planetas do Sistema Solar

Holst queria ser pianista, mas teve um problema de saúde que afetou seu braço direito, seguindo então a carreira de professor e compositor.

O Piano de Gustav Holst -( Inglaterra)

Suas composições eram tocadas com frequência nos primeiros anos do século XX, mas foi só com o sucesso internacional The Planets (Os Planetas), nos anos que se seguiram à Primeira Guerra Mundial, que Holst ficou conhecido.

Homem tímido, não se sentia bem com a fama, e preferia ficar sossegado para compor e ensinar. Nos seus últimos anos de vida, o seu estilo descomprometido e pessoal de composição não era visto com “bons olhos” e a sua curta popularidade caiu. Ainda assim, Holst influenciou vários jovens compositores ingleses.

Criado por Linda Evans Davis (AdobeDraw)

Gustav Theodore Holst compôs várias obras de diversos gêneros, sendo seu estilo de composição resultado de várias influências, incluindo o a música folclórica inglesa do início do século XX.

Ouviremos “Os Planetas” em concerto gravado em novembro de 2015 com a Orquestra Filarmônica Nacional de Varsóvia com regência de Marciej Tarnowski, no Concert Hall da Filarmônica na Polônia

Observe as particularidades dessa interessante obra de Gustav Theodore Holst do inicio do século XX.

Os Planetas – Opus 32  1. Marte, Deus da Guerra; 2. Vênus, Deusa da Paz; 3. Mercúrio, Mensageiro Alado; 4. Júpiter, Deus da Alegria;  5. Saturno, Deus da Velhice; 5. Urano, o Mago;  7. Netuno, o Místico.

*Depois, deixe seu comentário e vamos papear também nas Redes sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: