BRINCADEIRA

Claudio Santoro (1919 – 1989)

Claudio Santoro (1919 – 1989), talentoso violinista, saiu de sua terra natal, Manaus, em 1937, para  aperfeiçoar seus estudos no Rio de Janeiro, produzindo lá suas primeiras obras.

Claudio Santoro (1919 – 1989)

Santoro fez parte do afamado Grupo Música Viva, juntamente com os jovens compositores de então: Edino Krieger (1928), Guerra Peixe (1914 – 1993) e Eunice Katunda (1915 – 1990).

Nesta época estudou com Hans-Joachim Koellreuter (1915 – 2005), dirigente do Grupo Música Viva, cujos ensinamentos favoráveis ao dodecafonismo, influenciaram fortemente seu pensamento musical.

Grupo Música Viva
Edino Krieger (1928), Guerra Peixe (1914 – 1993), Eunice Katunda (1915 – 1990)

Na década de 40, Santoro foi para a França e estudou composição com Nádia Boulanger (1887 – 1979). Da convivência com a mestra e com o ambiente político parisiense, ocorre uma transformação estética em sua criação. Santoro passa da música rigorosamente abstrata para uma linha mais lírica e expressiva, procurando criar uma obra mais comunicativa.

Nádia Boulanger (1887 – 1979)

Por outro lado, as amizades que fez na França acabam por levá-lo para Varsóvia e Praga, então países socialistas, onde, no Congresso dos Compositores Progressistas, Santoro participa como delegado brasileiro. Neste congresso assiste à condenação da música dodecafônica como burguesa e decadente. Esse fato também viria a pesar na mudança do pensamento estético do compositor Claudio Santoro.

Na volta ao Brasil, passa por um amargo período de ostracismo, dificuldades financeiras e indecisões, retirando-se do ambiente musical.

Após dois anos, volta ao Rio de Janeiro para trabalhar na Rádio Tupi, elaborando um Programa Infantil. Esse trabalho  provavelmente o influencia na composição de Brincadeira para piano a quatro mãos.

Estúdio da Rádio Tupi (1937)

Brincadeira a quatro mãos é uma obra para jovens pianistas, constituída de três pequenos movimentos. O 1º movimento, Andante, com caráter de marcha, tem na sua confecção aspectos de desenvolvimento que lembram a forma da sonata. O 2º movimento, Lento, apresenta uma cantilena em forma de canção. O 3º movimento, Allegro vivo, com forma de dança, contem alusões à temática infantil, como as canções de roda.

 A obra, única de Santoro para essa formação, pode ser considerada neoclássica, composta num tonalismo livre e com uso frequente de bipolaridade em seus eixos tonais.

Brincadeira foi dedicada à sua esposa e filho. Assim descrito na obra: para Giselinha e Alessandro, composta em Teresópolis, no Rio de Janeiro,  em 1962.

Gisèle Santoro

Ouviremos a obra Brincadeira para quatro mãos interpretada pela Professora Denise Zorzetti e pela autora desse texto, em gravação de 2004 como parte integrante da Dissertação de Mestrado –  Momentos Brasileiros para Piano a Quatro Mãos.

Observe! Brincadeira revela em seu título, linha melódica e características rítmicas alusões ao universo infantil.

*Depois, deixe seu comentário e vamos papear também nas Redes sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: