BACH OU VIVALDI?

Concerto para quatro pianos e orquestra de cordas em lá menor

Antônio Lucio Vivaldi e Johann Sebastian Bach

O compositor alemão Johann Sebastian Bach  (1685-1750), tido como o maior nome da música barroca, sendo, por muitos, considerado o maior compositor de todos os tempos, deixou um grande volume de obras que validam o grande gênio que foi.

Johann Sebastian Bach  (1685-1750)

Já o italiano Antônio Lucio Vivaldi (1678-1741), compositor e sacerdote, também alcunhado de “o padre ruivo”, é autor de mais de setecentas obras, reconhecido através dos tempos, principalmente, por seus quatro concertos para violino e orquestra denominados “As Quatro Estações”.

Antônio Lucio Vivaldi (1678-1741)

Por volta de 1730, o compositor alemão, com intenções pedagógicas, transcreveu uma série de dezessete concertos para tecla. Um destes concertos era para quatro cravos e orquestra de cordas. Bach, com sua conhecida ética e retidão, anotou na partitura “segundo Vivaldi”.

Família Bach

Os concertos para cravo e orquestra foram uma novidade no tempo de Bach. Jamais os instrumentos de tecla haviam assumido o primeiro plano em uma composição orquestral antes de Bach.

“Trabalho incessante, análise, reflexão, escrever muito, autopunição infinita, esse é o meu segredo.” J. S. Bach

Em 1850, estudos musicológicos na Alemanha comprovam e atestam que o concerto para quatro cravos de Bach, era na realidade, uma transcrição do concerto para quatro violinos em si menor Op. 3 n.10 RV 580 de Vivaldi. Nessa época, por ser o compositor veneziano ainda pouco conhecido, alimentou-se rumores de que a obra do célebre Bach havia sido transcrita pelo “Padre Ruivo”.

 Em 1905 o musicólogo e violinista alemão Arnold Schering (1877-1941), responsável pela ressurreição moderna de Vivaldi, investigou e analisou minuciosamente vários manuscritos do compositor italiano, provando a procedência da obra e a realidade dos fatos. Segundo Schering, a obra era uma transcrição de Bach do original de Vivaldi.

Arnold Schering (1877-1941)

Quatro cravos; quatro solistas de peso; dois dos maiores compositores de todos os tempos – Não podia ser de outra forma – o Concerto para quatro cravos e orquestra de cordas em lá menor é uma obra prima.

Ouviremos de Johann Sebastian Bach o Concerto para quatro pianos e orquestra de cordas em lá menor  – Transcrição do concerto de Antônio Vivaldi para quatro violinos em si menor Op. 3 n. 10 RV 580, com solistas de tirar o folego. A argentina Martha Argerich (1941), o russo Evgeny Kissin (1971), o americano que partiu em março deste ano, James Levine (1941 – 2021), e, o russo Mikhail Pletnev (1957). Esse concerto foi gravado no prestigiado Festival Internacional de Música de Verbier na Suíça em 22 de Julho de 2002.

Martha Argerich ; Evgeny Kissin; James Levine e Mikhail Pletnev

Observe, nesse concerto, as combinações de novas texturas e sonoridades experimentadas pelo compositor alemão para os instrumentos de tecla.

*Depois, deixe seu comentário e vamos papear também nas Redes sociais!

Um comentário em “BACH OU VIVALDI?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: