“COCO CHANEL & IGOR STRAVINSKY”

Moda e Música têm encontro marcado com  “Coco Chanel & Igor Stravinsky”

Mads Mikkelsen e Ana Mouglalis em

 “CHANEL COCO & IGOR STRAVINSKY”
 

Ainda obrigados ao distanciamento social, arte, mais do que nunca, é nossa grande aliada. O filme baseado no livro de Chris Greenhalgh – Chanel Coco & Igor Stravinsky é ótima opção.

O enredo coloca em primeiro plano o romance proibido de duas personalidades extremadas: a estilista Gabrielle Coco Chanel (1883 – 1971) interpretada pela  atriz francesa Ana Mouglalis (1978) e o compositor russo Igor Stravinsky (1882  – 1971) vivido pelo dinamarquês Mads Mikkelsen (1965).


Coco Chanel (1883 – 1971)  e Igor Stravinsky (1882  – 1971)

O filme retrata, com perfeição, o que acontecia na frenética Paris do início do século 20, na estreia do balé “A sagração da primavera“, com música de Igor Stravinsky, coreografia e dança de Vaslav Nijinsky (1889 – 1950) e cenário arquitetado pelo artista plástico Nicholas Roerich (1874 – 1940).


Vaslav Nijinsky; Igor Stravinsky; Nicholas Roerich

A estreia da Sagração da Primavera foi uma noite emblemática, ocorrida em maio de 1913, provocando reações violentas do público no Teatro Champs-Elysées. Sobraram vaias para todos os lados, e o caos se instaurou na plateia. Diversos músicos e maestros se retiraram do Teatro logo no começo da apresentação, revoltados com a nova abordagem dos instrumentos.


Teatro Champs-Elysées, Paris, France

Nessa plateia, uma artista fora do comum – a estilista francesa Coco Chanel, que rompia parâmetros da moda e caminhava para tornar-se sinônimo de figurinos clássicos que ultrapassariam seu tempo. Segundo o filme, nascia também, naquela noite de 1913, a semente de um romance que só frutificaria sete anos depois, entre Coco e Stravinsky.


Gabrielle Coco Chanel

A célebre obra, que na época causou tanta polêmica ao embalar o balé em dois atos, é hoje considerada um ícone da música de concerto. Não foi ao acaso, Sagração da Primavera, subverteu a estética musical do século XX, dando origem ao Modernismo, revolucionando praticamente todas as principais características da música de então. O arcabouço do ritmo, a estrutura orquestral, o timbre, a forma, os aspectos harmônicos, a maneira como se utilizava as dissonâncias, e, o valor conferido à percussão que sobressai a melodia, algo impraticável até aquele momento histórico.

Além da música de Stravinsky causar tanto espanto, a coreografia de Nijinsky incluía muitos passos “anti-dançantes”.  O figurino, desenhado por Nicholas Roerich, era muito grande e pesado, algo totalmente oposto ao figurino tradicional.  Nada lembrava a elegância e a leveza de um balé tradicional.


Figurino de Sagração da Primavera, 1913

Ainda hoje, a natureza subversiva de Sagração da Primavera deixa o público perplexo. O teor provocativo e incivilizado no qual desfilam no palco cenas ancestrais e excêntricas despertam, em quem as assiste, emoções e aflições.

No vídeo abaixo, assistiremos a um trecho da primeira cena do filme “Chanel Coco& Igor Stravinsky” (France, Jan Kounen, 2009), que reconstitui de forma bastante acurada como deve ter sido a escandalosa estreia de “Sagração da Primavera”. Segundo relatos, todos os aspectos da performance são baseados nas fontes históricas fidedignas acessíveis.

Observe que a linguagem de Stravinsky centra-se principalmente no ritmo, totalmente destacado em sua estética.   “Sagração da Primavera” é a renúncia ao universo da lógica e da objetividade, um reflexo do mundo moderno. Vale a pena ouvir a obra e assistir este filme memorável.

*Depois, deixe seu comentário e vamos papear também nas redes sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: