O NATAL

como é comemorado ao redor mundo

O Natal, dia 25 de dezembro, comemora-se o nascimento de Jesus Cristo, um momento especial de confraternização entre os povos.

Para os cristãos, trata-se de uma das principais datas comemorativas, ao lado da Páscoa, em que se celebra a ressurreição de Jesus. O dia de Natal é feriado religioso em muitos locais do mundo. O chamado ciclo do Natal é celebrado durante doze dias, que compreendem o dia 25 de dezembro até o dia 6 de janeiro. Esse período está relacionado com o tempo que os três reis magos, Baltazar, Gaspar e Melchior, levaram para chegar à Belém, cidade onde nasceu Jesus.

O Natal é comemorado de diferentes formas ao redor do mundo.

Na manhã de natal na Venezuela, as ruas do centro são fechadas para carros, onde muitas pessoas se reúnem por lá para celebrar, diferentemente dos outros países, as pessoas vão de patins.

Natal na Venezuela

Na Áustria, as tradições natalinas são levadas a sério, e, quem se comporta bem, ganha presentes de São Nicolau no dia 06 de dezembro.

Natal em Viena – Áustria

Na Noruega, há uma tradição muito antiga de que os espíritos do mal e as bruxas saem na véspera do Natal para roubar as vassouras e sair voando. Há quem difunda essa crendice até os dias de hoje.

Natal na Noroega

Na Ucrânia o natal é comemorado no dia 07 de janeiro, seguindo o calendário juliano. Diz à tradição que ninguém pode comer antes de aparecer à primeira estrela no céu. Então, é comum as pessoas mais esfomeadas ficarem fora de casa “caçando” a primeira estrela. Ah! As árvores de Natal são decoradas com teias e aranhas artificiais. Dizem que elas são sinal de boa sorte!

Natal na  Ucrânia

Na Estônia, a populaçãoaproveita a noite de Natal para se aquecerem na sauna.

Natal na Estônia

Na Alemanha, na noite do dia 06 de dezembro as crianças deixam um sapato ou uma bota para fora de casa. No dia seguinte, para quem se comportou, eles amanhecem cheio de doces ou pequenos presentes. Para quem não se comportou, apenas uma espécie de árvore de madeira.

Natal na Alemanha

Na Austrália, alguns australianos comemoram com um piquenique organizado no campo ou na praia. O cardápio é variado e inclui pratos tradicionais, como peru, presunto e pudim de ameixa, e alimentos de origem aborígene, como canguru defumado, molho de brandy e merengue com nozes locais.

Natal na Austrália

Para os espanhóis, nada é mais importante do que o presépio, montado tanto pelos adultos como pelas crianças. À meia-noite da virada do dia 24 para o dia 25 de dezembro, uma vela é acesa do lado do Menino Jesus. As crianças esperam até dia 6 de janeiro para receber os presentes, pois quem os entrega não é o Papai Noel, mas os três reis magos.

Natal na Espanha

O Natal americano é um dos mais iluminados do mundo há lâmpadas por todas as partes: em casas, prédios, lojas e ruas. Os presentes são abertos na manhã do dia 25 de dezembro. A reunião da família ocorre na hora do almoço, quando se serve o tradicional peru de Natal.

Natal nos EUA

Os franceses comemoram o Natal e o Ano Novo repetindo a mesma festa, inclusive a troca de presentes. O doce típico é o Bûche, feito de marzipã coberto com chocolate e em forma de tronco de árvore.

Natal na França

Na véspera do Natal, os portugueses costumam comer bacalhau. Depois, no almoço de 25 de dezembro, o prato mais tradicional é o cordeiro ao forno. Há também o Bolo Rei, dentro do qual o anfitrião esconde um pequeno presente.

Natal em Portugal

No Brasil, algumas dessas peculiaridades foram absorvidas a partir da imigração de diferentes povos.   A comemoração começa à meia-noite do dia 24 de dezembro com a missa do galo e a tradicional ceia de Natal, onde podemos encontrar pratos tão típicos como a rabanada, leitões, perus, e até  bacalhau, essa, herança da colonização portuguesa.

Natal no Brasil

Em todos os países que comemoram esta data, os corais de Natal são uma atração a mais. No Brasil também as apresentações natalinas se transformaram em tradições nas principais cidades do país.

Um dos mais famosos coros do mundo é O Coro do Tabernáculo Mórmon, um dos mais antigos e maiores do planeta, com sua base em Salt Lake City, Utah, na sede da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Ronald Reagan, presidente dos Estados Unidos de 1981 a 1989, chamou o Coro do Tabernáculo Mórmon de “O Coro da América” em 1981 quando o coro cantou em sua posse.

Ouviremos esse coro, vencedor de um prêmio Grammy e diversos prêmios Emmy, composto de 360 homens e mulheres que são acompanhados da Orquestra da Praça do Templo, com 150 membros, e a orquestra Sinos da Praça do Templo, com 32 membros. O coro, a orquestra, e a orquestra de sinos são compostos em sua totalidade por voluntários.

O concerto de Natal atrai milhares de pessoas para a Praça do Templo durante a época de natal e é visto online em todo o mundo.

Observe a grandiosidade e a beleza desse espetáculo.

Que tenhamos uma Noite Feliz!

Um comentário em “O NATAL

Deixe uma resposta para Ana Paula Siqueira e Silva Neves Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: